Confira descrição de uma das cenas do Filme Destinos

Filme Destinos

Imagem diurna de uma árvore frondosa, de troncos grossos e copa espessa. Ela está no centro do quadro e os galhos e folhas verdes ocupam a maior parte da tela. À direita há uma cabra branca pastando próxima a vegetação rasteira típica da caatinga. À esquerda e encostada ao tronco está uma outra cabra, de pelagem escura. Ao lado dela há um balde branco e vermelho. Mais ao fundo algumas montanhas delineiam o horizonte. O céu azul-claro é entrecortado por diversas nuvens brancas. As sombras projetadas no chão pedregoso e de terra batida sugerem que o horário é em torno do meio dia.

Autoria: Iguale de Comunicação de Acessibilidade

Equipe técnica do filme:

Produção: Opara Filmes

Coprodução: Cacoete Produções

Diretor e roteirista: Tiago Leitão

Produtora: Tactiana Braga

Diretor de fotografia: Beto Martins

Montagem: Fernando Queiroz e Tiago Leitão

Som: Raphael Travassos e Nicolau Domingues.

Audiodescrição: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Gênero: Documentário

Duração: 21 minutos

 

Filme Destinos será lançado com audiodescrição da Iguale

Com o recurso acessível, pessoas com deficiência visual poderão conferir os detalhes deste documentário que fala de tradição da cultura popular brasileira e a sua deterioração

 São Paulo, 9 de setembro de 2013 – Com imagens belíssimas e cenas marcantes, o documentário Destinos, realizado pela Opara Filme com coprodução da Cacoete Produções, é o mais novo trabalho de audiodescrição da Iguale Comunicação de Acessibilidade para uma obra cinematográfica.

De acordo com o diretor e roteirista Tiago Leitão, as imagens foram gravadas no sertão de Pernambuco, mais especificamente nas cidades de Salgueiro e Serrita, onde destinos se cruzam em um triste fim, como, por exemplo, o de algumas tradições populares ligadas ao universo do couro e da fabricação de gibões e vestimentas de vaqueiros.

“Buscamos retratar como o desenvolvimento interfere na manutenção das tradições de nosso país, como é o caso dessa região em especial, onde muitas das suas tradições estão sumindo. Nós não criticamos o desenvolvimento, já que é benéfico e ajuda o povo a ter uma vida melhor, o que buscamos mostrar é como o avanço pode acabar com a nossa cultura”, explica o diretor.

Ao ser questionado sobre o porquê da inclusão do recurso acessível ainda durante a edição do filme, Tiago disse: “Eu faço filme para as pessoas e não para mim. Quero mostrar o que eu penso sobre temas específicos. Dessa forma, todos devem ter acesso ao que eu produzo”.

Para o diretor da Iguale, Mauricio Santana, exemplos como o da Opara Filmes e Cacoete Produções são louváveis e mostram uma preocupação cada vez mais evidente por parte dos diretores na inserção de recursos inclusivos que promovam a acessibilidade. “A audiodescrição garante a inclusão da pessoa com deficiência visual a um produto exclusivamente audiovisual, sem o qual pouco entenderia a obra”, complementa Santana.

O documentário ainda não tem data certa para ser lançado, mas para conferir a um trecho com a audiodescrição produzida pela equipe da Iguale Comunicação clique no link: Audiodescrição Iguale Destinos.

Equipe técnica:

Produção: Opara Filmes

Coprodução: Cacoete Produções

Diretor e roteirista: Tiago Leitão

Produtora: Tactiana Braga

Diretor de fotografia: Beto Martins

Montagem: Fernando Queiroz e Tiago Leitão

Som: Raphael Travassos e Nicolau Domingues.

Audiodescrição: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Gênero: Documentário

Duração: 21 minutos