Com estreia nos cinemas, o filme Elis tem acessibilidade por meio do app MovieReading

O filme é uma ótima oportunidade para todos os públicos conhecerem um pouco mais sobre Elis Regina, com o complemento dos recursos acessíveis no app inclusivo

 23 de novembro de 2016 – A vida de Elis Regina – considerada a maior cantora brasileira de todos os tempos –, é contada no filme Elis, que estreia nesta quinta-feira, dia 24 de novembro. Uma das cinebiografias mais aguardadas dos últimos tempos, a obra chega aos cinemas contendo os recursos de audiodescrição, LIBRAS e legendas para surdos e ensurdecidos (LSE) no aplicativo MovieReading. Assim, permite a inclusão e o acesso ao seu conteúdo de modo mais completo às pessoas com deficiência visual, auditiva e intelectual.

 Por meio da parceria com a ETC Filmes, a Iguale Comunicação de Acessibilidade produziu o roteiro e os recursos acessíveis de LIBRAS, legendas e audiodescrição, deste novo filme nacional, disponibilizando-o gratuitamente para os usuários de smartphones e tablets, dos sistemas operacionais IOS e Android, no app MovieReading. Assim, ao assistir Elis, o público poderá não só conhecer detalhes da história desta grande intérprete da Música Popular Brasileira, mas também do próprio trabalho da Iguale, pioneira no país em Comunicação de Acessibilidade.

Descrição da imagem #pracegover: a foto colorida e horizontal apresenta a atriz Andréa Horta que no filme Elis interpreta a cantora Elis Regina. Ela está do lado direito da imagem, sorridente e tem as mãos próximas ao rosto, unidas e apoiadas no microfone. Do lado esquerdo, em branco, sobre fundo escuro, está o nome do filme, Elis. Na parte inferior da divulgação, dentro de um retângulo branco, as informações: “Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil” e abaixo, os ícones dos recursos acessíveis de audiodescrição, legendas closed caption e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, além do logo do app com o endereço do site www.moviereadingbrasil.com.br. No rodapé da divulgação, há a mensagem: “A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do APP MovieReading no Brasil e América do Sul”.
Descrição da imagem #pracegover: a foto colorida e horizontal apresenta a atriz Andreia Horta que no filme Elis interpreta a cantora Elis Regina. Ela está do lado direito da imagem, sorridente e tem as mãos próximas ao rosto, unidas e apoiadas no microfone. Do lado esquerdo, em branco, sobre fundo escuro, está o nome do filme, Elis.
Na parte inferior da divulgação, dentro de um retângulo branco, as informações: “Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil” e abaixo, os ícones dos recursos acessíveis de audiodescrição, legendas closed caption e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, além do logo do app com o endereço do site www.moviereadingbrasil.com.br.
No rodapé da divulgação, há a mensagem: “A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do APP MovieReading no Brasil e América do Sul”.

“Para usar o app é necessário um celular ou tablet com fones de ouvido e microfone habilitado. Ao selecionar o arquivo de acessibilidade correspondente ao filme baixado no ambiente do MovieReading, e clicar no botão de comando, automaticamente o app sincroniza ou a audiodescrição, ou a LIBRAS ou a legenda ao áudio original. Esta inovação da tecnologia assistiva é algo que veio para mudar o modo como a pessoa com deficiência assimila o conteúdo das obras audiovisuais e se relaciona com o universo do cinema”, explica Mauricio Santana, diretor da Iguale.

Depois de baixados nos dispositivos, para ter acesso ao app e conteúdos produzidos para acessibilidade, não é mais necessário estar conectado à Internet no momento da exibição. Assim, o aplicativo e os recursos contidos no MovieReading podem ser utilizados em qualquer sala de exibição em todo o país

Sobre o filme

O longa-metragem dirigido por Hugo Prata tem no papel principal Andreia Horta, que ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado 2016. O filme ganhou ainda os troféus de júri popular e melhor montagem.

O diretor Hugo Prata, que também assina o roteiro ao lado de Luiz Bolognesi e Vera Egito, optou por contar a história da adolescência à morte da artista, passando por sua ascensão à fama, o casamento com Ronaldo Bôscoli e César Mariano, e acontecimentos relacionados à ditadura militar até à fase do fim de sua vida.

Sinopse

A vida de Elis Regina é contada nesta cinebiografia em ritmo energético e pulsante. A trendsetter cultural que sinalizou a mudança de estilos de Bossa Nova para MPB, a “pimentinha” ardente, que viveu uma vida turbulenta. Ao mesmo tempo que se chocava com a ditadura militar no Brasil, ela lutou com seus próprios demônios pessoais.

Ficha técnica

Direção: Hugo Prata

Roteiro: Luiz Bolognesi, Hugo Prata e Vera Egito

Direção de Fotografia: Adrian Teijido

Elenco: Andreia Horta, Caco Ciocler, Gustavo Machado, Lúcio Mauro Filho, Júlio Andrade, Rodrigo Pandolfo, Ícaro Silva e outros

Gêneros: Drama/Biografia

Recursos acessíveis: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Aplicativo acessível: MovieReading

Indicação: não recomendado para menores de 14 anos

O filme ‘O Começo da Vida’ estreia com o aplicativo para acessibilidade MovieReading

No Brasil e na América do Sul, o app é representado pela Iguale Comunicação de Acessibilidade, empresa pioneira e  especialista em produzir recursos inclusivos para a comunicação

5 de maio de 2016 – O filme ‘O Começo da Vida’ percorreu os quatro cantos do mundo para mostrar a importância dos primeiros anos de vida na formação de cada pessoa. Com estreia neste dia 5 de maio, será exibido nos cinemas e na plataforma VideoCamp, com dublagem,  legendas em diferentes línguas, e também utilizando  o aplicativo MovieReading. A produção desta obra audiovisual que aborda a importância da primeira infância é uma iniciativa das instituições Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Bernard Van Leer Foundation, Instituto Alana e UNICEF.

Descrição da imagem #PraCegoVer: na parte superior, divididas em quatro partes iguais, estão dispostas quatro fotos distintas. A primeira, da esquerda para a direita, é de uma senhora asiática segundo no colo uma menininha também asiática. A segunda imagem é de uma jovem mulher de pele morena e cabelo crespo, castanho escuro, segurando ao colo um menininho de cabelos crespos, também castanhos. O bebê está de costas. Na terceira imagem há um homem, jovem de pele clara, barba e cabelos castanhos claros segurando em seu colo um bebê carequinha. Na imagem não é possível ver o rosrto da criança. Na quarta imagem há uma menina, bebê, de pele clara, olhos e cabelos castanhos, olhando para o alto como quem pede atenção. Ela está com a boca levemente aberta. A menina veste um vestido vermelho de bolinhas rosas. Na parte de baixo dessas quatro imagens estão as informações: O Começo da Vida, direção de Estela Renner – 5 de Maio nos Cinemas – Entrada gratuita em todas as salas em cartaz. Johnson’s apoia este movimento.
Descrição da imagem #PraCegoVer: na parte superior, divididas em quatro partes iguais, estão dispostas quatro fotos distintas. A primeira, da esquerda para a direita, é de uma senhora asiática segundo no colo uma menininha também asiática. A segunda imagem é de uma jovem mulher de pele morena e cabelo crespo, castanho escuro, segurando ao colo um menininho de cabelos crespos, também castanhos. O bebê está de costas. Na terceira imagem há um homem, jovem de pele clara, barba e cabelos castanhos claros segurando em seu colo um bebê carequinha. Na imagem não é possível ver o rosrto da criança. Na quarta imagem há uma menina, bebê, de pele clara, olhos e cabelos castanhos, olhando para o alto como quem pede atenção. Ela está com a boca levemente aberta. A menina veste um vestido vermelho de bolinhas rosas. Na parte de baixo dessas quatro imagens estão as informações: O Começo da Vida, direção de Estela Renner – 5 de Maio nos Cinemas – Entrada gratuita em todas as salas em cartaz. Johnson’s apoia este movimento.

Como a intenção dos realizadores é de que o filme chegue ao conhecimento do maior número de pessoas possível e que sensibilize ONGs, pais, famílias, cuidadores, profissionais da saúde, assistentes sociais e educadores, foi dublado em seis línguas (inglês, português, espanhol, francês, árabe e chinês) e legendado em 21 (inglês, português, espanhol, francês, alemão, italiano, árabe, finlandês, norueguês, sueco, português europeu, dinamarquês, holandês, castelhano, japonês, duas versões em chinês, coreano, russo, turco e indonésio).

O filme conta ainda com versões dos recursos acessíveis através do  aplicativo MovieReading, desenvolvido na Europa pela italiana Universal Multimedia Acces e representado no Brasil e América do Sul pela Iguale Comunicação de Acessibilidade. Neste caso, o intuito dos realizadores é proporcionar acessibilidade nas salas de cinema, home vídeo (DVD – Blu-Ray) e On Demand.

Ao baixar o app em smatphones e tablets, o usuário pode acionar legendas, LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e audiodescrição que serão sincronizadas, em tempo real, com “O Começo da Vida”, através do reconhecimento de áudio. Essa inovação da tecnologia assistiva permite que o entendimento da obra pelas pessoas com deficiência visual, auditiva e intelectual seja ampliado significativamente .

Sobre o filme

“Queremos criar um movimento em prol da Primeira Infância (período que vai da gestação aos seis anos), pois a ciência nos traz evidências de que o pleno desenvolvimento no começo da vida é essencial para a construção de uma sociedade mais justa”, diz Eduardo C. Queiroz, diretor-presidente da FMCSV.

Para saber mais acesse: http://www.fmcsv.org.br/pt-br/o-que-fazemos/filme-o-comeco-da-vida/Paginas/filme-o-comeco-da-vida.aspx

Sobre a Iguale Comunicação de Acessibilidade

A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a primeira empresa do Brasil criada exclusivamente para pensar e desenvolver soluções assistivas completas em comunicação para pessoas com algum tipo de deficiência. Fundada em 2008, em São Paulo, pelo publicitário, professor universitário e empresário Mauricio Santana, a empresa é precursora do conceito de comunicação de acessibilidade no  país. Entre os recursos que a empresa disponibiliza ao mercado estão a audiodescrição, as legendas descritivas ( LIBRAS, voice over, acessibilidade web e participação efetiva em muitos projetos com foco em acessibilidade.

Mais informações

Liliana Liberato

Assessora de Imprensa

Iguale Comunicação de Acessibilidade

imprensa@iguale.com.br

(11) 9 7999-2802

AUDIODESCRIÇÃO E LEGENDAS OPEN CAPTION NO FESTIVAL SESC MELHORES FILMES 2012.

O primeiro festival de cinema de São Paulo está em sua 38ª edição em 2012, premiando os melhores filmes de 2011. Os vencedores nas categorias nas categorias de melhor filme, documentário, ator, atriz, direção, roteiro e fotografia para os filmes brasileiros e melhor filme, direção, ator e atriz para os filmes estrangeiros, eleitos por público e crítica, serão exibidos no mês de abril.

Todas as sessões do Festival no CineSESC terão audiodescrição e legendas open caption, produzidas pela Iguale Comunicação de Acessibilidade (www.iguale.com.br), proporcionando acesso com autonomia e inclusão sócio-cultural às pessoas com deficiência visual e auditiva.

Desde 2010 a programação do Festival também acontece em Unidades do SESC do interior de São Paulo, levando o melhor do cinema a 16 cidades e tornando-se um dos maiores festivais em alcance do país. Os vencedores serão conhecidos no dia 04 de abril.

Confira abaixo, a programação completa com todos os filmes, datas e horários das sessões. Escolha seus filmes e bom divertimento:

Dia 05/04 – quinta:

14h – Singularidades de uma Rapariga Loura

17h – Capitães de Areia

19h – A Árvore da Vida

21h30 – Venus Negra


Dia 06/04 – sexta:

14h – Homens e Deuses

17h – Estamos Juntos

19h – Trabalhar Cansa

21h30 – Triângulo Amoroso

23h – Bruna Surfistinha


Dia 07/04 – sábado:

14h – O Discurso do Rei

17h – Cisne Negro

19h – Medianeiras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual

21h30 – As Canções

23h – A Pele que Habito


Dia 08/04 – domingo:

11h – Rio (Cine Clubinho – dublado)

14h – O Mágico

17h – O Filme dos Espíritos

19h – Melancolia

21h30 – O Palhaço


Dia 09/04 – segunda:

14h – Rock Brasília – A Era do Ouro

17h – O Filme dos Espíritos

19h – Um Conto Chinês

21h30 – A Última Estação


Dia 10/04 – terça:

14h – Transeunte

17h – Feliz que Minha Mãe Esteja Viva

19h – Bruna Surfistinha

21h30 – Bahêa Minha Vida – O Filme


Dia 11/04 – quarta:

14h – Medianeiras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual

17h – Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano

19h – Bróder

21h30 – Cisne Negro


Dia 12/04 – quinta:

14h – Triângulo Amoroso

17h – Diário de uma Busca

19h – A Pele que Habito

21h30 – O Palhaço


Dia 13/04 – sexta:

14h – Melancolia

17h – Rock Brasília – A Era do Ouro

19h – Tio Boonmee Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas

21h30 – Trabalhar Cansa

23h – Capitães da Areia


Dia 14/04 – sábado:

14h – O Palhaço

17h – Bróder

19h – Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II

21h30 – Saturno em Oposição


Dia 15/04 – domingo:

11h – Os Muppets – O Filme (Cine Clubinho – dublado)

14h – Lola

17h – Cópia Fiel

19h – As Canções

21h30 – Meia Noite em Paris


Dia 16/04 – segunda:

14h – Riscado

17h – Trabalhar Cansa

19h – Não haverá sessão do Festival

21h30 – Não haverá sessão do Festival


Dia 17/04 – terça:

14h – Cópia Fiel

17h – O Mágico

19h – Homens e Deuses

21h30 – A Pele que Habito


Dia 18/04 – quarta:

14h – Estamos Juntos

17h – Diário de uma Busca

19h – O Garoto da Bicicleta

21h30 – A Árvore da Vida


Dia 19/04 – quinta:

14h – Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II

17h – Belair

19h – Transeunte

21h30 – O Discurso do Rei


Dia 20/04 – sexta:

14h – Bahêa Minha Vida – O Filme

17h – Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano

19h – Capitães da Areia

21h30 – Um Conto Chinês


Dia 21/04 – sábado:

14h – Poesia

17h – Meia noite em Paris

19h – Cisne Negro

21h30 – Singularidades de uma Rapariga Loura


Dia 22/04 – domingo:

11h – Rei Leão 3D (Cine Clubinho – dublado)

14h – O Garoto da Bicicleta

17h – Lola

19h – Saturno em Oposição

21h30 – A Árvore da Vida


Dia 23/04 – segunda:

14h – Bahêa Minha Vida – O Filme

17h – As Canções

19h – Nana Caymmi em Rio Sonata

21h30 – Melancolia


Dia 24/04 – terça:

14h – Riscado

17h – Nana Caymmi em Rio Sonata

19h – Bruna Surfistinha

21h30 – Vênus Negra


Dia 25/04 – quarta:

14h – O Filme dos Espíritos

17h – Belair

19h – Bróder

21h30 – Poesia


Dia 26/04 – quinta:

14h – Tio Boonmee Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas

17h – Riscado

19h – Feliz que Minha Mãe Esteja Viva

21h30 – A Última Estação


Dias 27 e 28 de abril não haverá sessões do Festival.

Dia 29/04 – domingo:

11h – Um Gato em Paris (Cine Clubinho – dublado)

Consulte classificação indicativa dos filmes em: www.sescsp.org.br/melhoresfilmes

Grátis (comerciários e seus dependentes e também para pessoas com deficiência)

Grupos e instituições ligadas a acessibilidade (da cidade de São Paulo) que tiverem interesse em prestigiar o evento, podem solicitar uma Van ou Micro-ônibus para: Mauricio da IGUALE ( mauricio@iguale.com.br ) e Renata do CINESESC ( renata@cinesesc.sescsp.org.br ) ou pelo telefone (11) 3087.0525 e falar diretamente com Renata de Brito Wagner

O CineSESC também conta com pessoal de apoio para encontro com grupos na Estação CONSOLAÇÃO do Metrô, previamente agendado também com a Renata do CineSESC.

Outros Serviços:

CineSESC

Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo

(próximo ao metro Consolação / três quadras da Av. Paulista)

Informações pelo site ou pelo telefone (11) 3087-0500

Todas as sessões terão os mesmos valores de ingresso:

R$ 4,00 (público em geral); R$ 2,00 (usuários com cartão de matrícula SESC, estudantes, terceira idade, professores da rede pública).

Divulguem e prestigiem!