Cine Ceará terá sessão acessível com recursos de audiodescrição e legendas open caption produzidos pela Iguale

O festival, que celebra o jubileu de prata este ano, proporciona ao público um intercâmbio entre realizadores, produtores e a indústria cinematográfica latino-americana e ibérica

Junho de 2015 – De 18 a 24 de junho acontece a 25ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, e como já é tradição neste importante festival de cinema, haverá sessão acessível com os recursos de audiodescrição e legendas open caption produzidos pela equipe da Iguale Comunicação de Acessibilidade. O filme em exibição será o Cine Holliúdy, comédia brasileira de 2013, dirigida por Halder Gomes e estrelado por Edmilson Filho, Miriam Freelande e Roberto Bomtempo.

Como explicam os organizadores do Cine Ceará, a realização de uma sessão acessível é um dos meios criados para alcançar um dos principais objetivos deste festival: o de levar cinema para o maior número de lugares e pessoas, tornando os seus filmes acessíveis para todos os públicos. Por esta razão, o festival é comprometido não só com o público de Fortaleza, mas também com os realizadores, que sempre ficam felizes quando seus filmes participam de uma mostra que tem um público tão ávido por este tipo de conteúdo.

A sessão acessível com o filme Cine Holliúdy vai acontecer no Cine São Luiz, que fica na Praça do Ferreira, em Fortaleza, no dia 23 de junho, às 9 da manhã. A entrada é gratuita, e o recomendado é que os interessados cheguem com antecedência para garantir a entrada. Com os recursos acessíveis, pessoas com deficiência visual acompanharão ao filme com o auxílio da audiodescrição. Já as pessoas com deficiência auditiva terão às legendas open caption.

Como explica Maurício Santana, diretor da Iguale Comunicação de Acessibilidade, a audiodescrição é responsável por descrever os elementos visuais da obra detalhando inclusive expressões e gestos, além do cenário, figurino e outros acontecimentos das cenas. Já as legendas open caption ou legendas descritivas, contêm todas as indicações do áudio original do filme (diálogos, ruídos, trilhas etc) e são exibidas de forma aberta na tela, como acontece com legendas convencionais.

Sobre Cine Holliúdy

Interior do Cearádécada de 1970. A popularização da TV tem início e ameaça os cinemas nas pequenas cidades. Francisgleydisson (Edmilson Filho) luta para manter viva a paixão pela sétima arte, com a criatividade e o humor cearense. Ele é o proprietário do Cine Holiúdy, um pequeno cinema que tem a difícil missão de se manter vivo como opção de entretenimento.

AGENDA

Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema

Data: 18 a 24 de junho de 2015

Sessão acessível: Filme Cine Holliúdy

Recursos acessíveis: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Data da sessão acessível: 23 de junho de 2015

Horário: 9h

Local: Cine São Luiz – Praça do Ferreira – Fortaleza-CE.

Entrada gratuita

Mais informações: www.cineceara.com

Mais informações:

 Liliana Liberato

Assessora de Imprensa

 imprensa@iguale.com.br

 (11) 9 7999-2802

Iguale faz audiodescrição e legendas Open Caption para ‘Mostra Cinema Acessível para Todos’ do 23º Cine Ceará

O festival criou a mostra com recursos acessíveis para permitir maior compreensão do público com deficiência visual e auditiva; o evento ocorreu no início de setembro

 Parte integrante do 23º Festival Ibero-Americano de Cinema, também conhecido como Cine Ceará, a ‘Mostra Cinema Acessível para Todos’, realizada no dia 13 de setembro, no Centro Cultural Caixa, na Praia de Iracema, em Fortaleza, contou com o trabalho de audiodescrição e legendas Open Caption da Iguale Comunicação de Acessibilidade na exibição do filme Meu Pé de Laranja Lima; do diretor Marcos Bernstein, com João Guilherme Ávila, José de Abreu, Caco Ciocler e Emiliano Queiroz.

 Como explica Patrícia Baia, da Corte Secos Filmes e responsável pelo Festival, o evento é composto por algumas sessões chamadas de Mostras Sociais, voltadas para um público específico como O Primeiro Filme A gente Nunca Esquece, para o infantil; Melhor Idade (idosos) e Mostra Acessível Cinema para Todos (pessoas com deficiência auditiva e visual).

 A mostra para a pessoa com deficiência auditiva e visual surgiu há três anos e por reivindicação de um grupo que faz trabalhos voltados a esse público em Fortaleza. Atendendo ao pedido, os recursos acessíveis foram incluídos na programação, mas a ideia é que futuramente todos os filmes do festival tenham legendas open caption e audiodescrição.

 Patrícia conta que o trabalho da Iguale foi indicado como referência em comunicação de acessibilidade, que ficou responsável pela elaboração dos recursos de audiodescrição e legendas Open Caption para o filme Meu Pé de Laranja Lima.

 “Em 2012 fizemos três curtas e este ano escolhemos um longa. O nosso público é composto de estudantes e integrantes de entidades que assistem pessoas com deficiência visual e auditiva. Este ano foram duas (manhã e tarde)”, comenta Patrícia.

 A audiodescrição é um recurso que tem como base a tradução audiovisual intersemiótica, do visual para o verbal, transformando imagens dinâmicas ou estativas em uma descrição sonora, isenta de julgamento de valores e com o máximo de detalhes possíveis, relatando de forma harmônica, toda e qualquer informação visual de cenas de uma obra audiovisual. Já as legendas Open Caption são produzidas em conformidade aos conceitos e padrões do closed caption, como os das TVs. No entanto, são exibidas de forma aberta para o público.

 Clique o link a seguir e assista a um trecho do filme exibido na ‘Mostra Cinema Acessível para Todos’, do Cine Ceará: Meu Pé de Laranja Lima