Pelo terceiro ano, Iguale apoia o Filmworks Film Festival

O festival exibe na telona as produções dos alunos da AIC; um dos filmes vencedor receberá os recursos inclusivos da Iguale como parte da premiação

17 de maio de 2018 – Pelo terceiro ano consecutivo a Iguale Comunicação de Acessibilidade apoia a Academia Internacional de Cinema (AIC) na realização do Filmworks Film Festival. Em sua 9ª edição, o evento é a chance para que os alunos da AIC tenham os seus filmes exibidos na telona, além de premiá-los em diferentes categorias. No Rio de Janeiro, o Filmworks Film Festival acontece nos dias 21 e 22 de maio, no cinema Estação Net Rio, e em São Paulo nos dias 24 e 25 de maio, no MIS – Museu da Imagem e do Som.

A Iguale, além de apoiadora terá, pelo terceiro ano, a responsabilidade de produzir para um dos filmes vencedor os recursos de audiodescrição, legendas descritivas/LSE e LIBRAS. “Como produtora especializada em conteúdo acessível, e incentivadora do cinema inclusivo no Brasil, a Iguale sente-se honrada em apoiar o Filmworks Film Festival, que apresenta ao mercado novos profissionais do cinema contemporâneo”, comenta Mauricio Santana, diretor da Iguale.

Nesta edição serão exibidos 23 filmes no Rio e 31 em São Paulo, totalizando 54 novos filmes produzidos na AIC em 2017, e que concorrem em 12 categorias: Direção, Roteiro, Fotografia, Edição, Direção de Arte, Som, Atuação, Melhor Filme, New Vision, Júri Popular, Curta Livre e Melhor Documentário.

Descrição da imagem #pracegover #pratodomundover: do lado esquerdo de um retângulo de fundo esverdeado está a imagem de uma coruja estilizada, em tons preto e esverdeado, apoiada sobre um galho. Já do lado direito do retângulo está grafado na cor preta o nome do evento: 9º Filmworks Film Festival, em cores branca e dourada.

Sobre os motivos que levam a AIC a incluir a acessibilidade nos trabalhos de seus alunos, Flávia Rocha, fundadora da AIC, explica que as artes precisam acompanhar a evolução da mídia no que diz respeito à acessibilidade — e esse é um tema que precisa ter ainda um aprofundamento no universo audiovisual. Para ela, uma empresa como a Iguale trilha justamente esse percurso, tão necessário à evolução técnica e profissional de obras que cumpram com objetivos internacionais de acessibilidade, ajudando a fomentar uma cultura de acessibilidade no país.

“Para nós, na AIC, é importante que nossos alunos participem dessas discussões e tenham oportunidade de desenvolver projetos cada vez mais acessíveis, alinhados com princípios democráticos e humanos, no que diz respeito à produção e difusão de obras audiovisuais. A premiação reforça justamente essa posição”, finaliza Flávia.

Para saber mais sobre o festival acesse: https://www.aicinema.com.br/filmworks-film-festival-2018/#

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *