Arquivo da tag: teatro

Sábado tem espetáculo com audiodescrição em São Paulo

23 de maio de 2017 - “Vianinha conta o último combate do homem comum” é o próximo espetáculo da IV Mostra Petrobras Premmia de Teatro, que acontece na capital paulista, no fim de semana dos dias 27 e 28 de maio. 

Descrição da imagem #pracegover: Imagem horizontal e colorida de um homem vestido de palhaço, provando um molde de roupa. Ele tem cabelo castanho cacheado estilo black power e barba rala. Usa blusa vermelha de mangas compridas com uma outra, preta com bolinhas brancas, cobrindo-lhe o peito. O molde é feito de papel branco e transparente, ficando a frente de seu corpo. As bochechas do homem estão pintadas de vermelho e abaixo do lábio inferior há dois riscos brancos e grossos, descendo em direção ao queixo. Ele usa nariz redondo e vermelho de palhaço, preso por um elástico. As mãos estão apoiadas na lateral da cabeça. Sua testa está franzida e as sobrancelhas grossas, arqueadas.  Ele sorri enquanto olha para frente. Do lado direito da imagem, uma mulher de pele clara, cabelo castanho escuro e óculos está de perfil. Ela usa brinco prateado de argola e blusa branca. Está em um nível inferior ao homem, como se estivesse sentada. Suas mãos estão apoiadas na lateral do corpo dele, parecendo medir o molde. 

Descrição da imagem #pracegover: Imagem horizontal e colorida de um homem vestido de palhaço, provando um molde de roupa. Ele tem cabelo castanho cacheado estilo black power e barba rala. Usa blusa vermelha de mangas compridas com uma outra, preta com bolinhas brancas, cobrindo-lhe o peito. O molde é feito de papel branco e transparente, ficando a frente de seu corpo. As bochechas do homem estão pintadas de vermelho e abaixo do lábio inferior há dois riscos brancos e grossos, descendo em direção ao queixo. Ele usa nariz redondo e vermelho de palhaço, preso por um elástico. As mãos estão apoiadas na lateral da cabeça. Sua testa está franzida e as sobrancelhas grossas, arqueadas.  Ele sorri enquanto olha para frente.
Do lado direito da imagem, uma mulher de pele clara, cabelo castanho escuro e óculos está de perfil. Ela usa brinco prateado de argola e blusa branca. Está em um nível inferior ao homem, como se estivesse sentada. Suas mãos estão apoiadas na lateral do corpo dele, parecendo medir o molde.

Sinopse: O casal de idosos Souza e Lu reúne os filhos em um almoço de domingo em sua casa em Miguel Pereira, onde os filhos foram criados, para dar-lhes a notícia de que terão que deixar a casa que viveram boa parte de suas vidas.  Após o falecimento do proprietário do imóvel, os herdeiros decidiram reajustar o aluguel para um valor incompatível com a aposentadoria de um funcionário público. Tentando ganhar tempo para uma solução definitiva, os filhos decidem separar os pais temporariamente: Souza vai passar um tempo com a filha em São Paulo e Lu fica com o filho no Rio. A filha que teria a situação financeira melhor, promete que vai conversar com o marido, mas antecipa que ele não concordou nem mesmo ter a própria mãe em casa. O tempo vai passando e a triste solução é separar o casal, no fim de sua vida. Souza vai morar com a filha Mariazinha em Brasília e Lu fica no Rio em um asilo, pois não a espaço para ele na casa dos filhos.

Agenda da sessão com audiodescrição:

Data: 27 de maio de 2017.

Horário: 21h

Recurso inclusivo: audiodescrição

Local:  Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer (Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº – Parque do Ibirapuera)

Duração: 120min

Ingressos cortesia:

Há ingressos para pessoas com deficiência visual e um acompanhante. Interessados, por favor, confirmar presença, o mais breve possível, pelo e-mail: eventos@iguale.com.br 

A organização da Mostra fornecerá transporte gratuito de ida e volta para o público com deficiência. A van sairá da estação Santa Cruz do metrô e levará até o auditório.  Ao fim do espetáculo, fará o caminho de volta até a estação.

 Para mais informações sobre a mostra acesse: www.mostradeteatro.com.br

Unidades do Sesc São Paulo terão atividades com audiodescrição da Iguale neste fim de semana

Sesc Vila Mariana, Sesc Santana e o CineSesc, ambos na capital paulista, estarão com filmes e espetáculos em cartaz contendo o recurso acessível de audiodescrição

Dezembro de 2015 – Os espetáculos Macbeth, Medida por Medida e Fantasmas, mais os filmes Rhamata, Shaun Carnêro e Que horas ela volta? poderão ser vistos este fim de semana, com o recurso de audiodescrição produzido pela Iguale, na programação da Semana Inclusiva promovida pelo Sesc São Paulo, nas unidades da Vila Mariana, Santana, e CineSesc. As atividades fazem parte da Virada Inclusiva promovida pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo (SEDPcD).

Descrição da foto: a metade esquerda da imagem horizontal estão os atores Luisa Thiré, que interpreta Isabela, e Marco Antônio Pâmio, o Duque, na peça "Medida por Medida". Já na metade direita desta mesma imagem estão os atores Thiago Lacerda, que interpreta o personagem Macbeth, e Giulia Gam, a Lady Macbeth, no espetáculo "Macbeth" . Ambos os espetáculos são do repertório de William Shakespeare.

Descrição da foto: na metade esquerda da imagem horizontal estão os atores Luisa Thiré, que interpreta Isabela, e Marco Antônio Pâmio, o Duque, na peça “Medida por Medida”. Já na metade direita desta mesma imagem estão os atores Thiago Lacerda, que interpreta o personagem Macbeth, e Giulia Gam, a Lady Macbeth, no espetáculo “Macbeth” . Ambos os espetáculos são do repertório de William Shakespeare.

A Semana Inclusiva do Sesc São Paulo, que acontece de 1 a 6 de dezembro, reúne uma série de atividades que incentivam o protagonismo das pessoas com deficiência, criando condições para sua inclusão em todos os aspectos – cultural, esportivo, educativo e cidadão. O evento contempla oficinas, espetáculos, atividades esportivas, palestras e vivências, dentre outras atividades, para participação conjunta de pessoas com e sem deficiência nas unidades do Sesc na capital, no interior e no litoral do Estado de São Paulo.

Programação Semana Inclusiva

Dia 4 de dezembro (sexta-feira)

21h - Sesc Vila Mariana – Espetáculo Medida por Medida (audiodescrição)

Dia 5 de dezembro (sábado)

14h às 17h - Sesc Vila Mariana – Mostra Cinema Negro Brasil/África: Itinerância Centro Afrocarioca de Cinema Zózimo Bulbul. Filmes: Ramatha e Emporadas  (audiodescrição)

21h - Sesc Vila Santana – Espetáculo: Fantasmas (audiodescrição)

21h - Sesc Vila Mariana – Espetáculo Macbeth (audiodescrição)

21h - CineSesc – Filme Que Horas ela volta? (audiodescrição)

Dia 6 de dezembro (domingo)

11h - CineSesc – Filme Shaun Carnêro (Infantil – audiodescrição)

21h - Sesc Vila Mariana – Filme Medida por Medida (audiodescrição)

Espetáculo INSUBMISSAS Mulheres na Ciência, em cartaz em SP, terá sessão com audiodescrição

A sessão acessível terá entrada gratuita para pessoas com deficiência visual; a Iguale será a responsável pela audiodescrição

23 de fevereiro de 2015 – Na próxima sexta-feira, dia 27 de fevereiro, o espetáculo INSUBMISSAS Mulheres na Ciência, em cartaz no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, em São Paulo, terá sessão inclusiva com o recurso de audiodescrição produzido pela equipe da Iguale Comunicação de Acessibilidade. Neste dia, a entrada será franca para pessoas com deficiência visual. Para os demais públicos, os ingressos serão vendidos a preços populares.

Idealizado pelo Núcleo Arte Ciência no Palco da Cooperativa Paulista de Teatro, o espetáculo INSUBMISSAS Mulheres na Ciência compreende a história de quatro personagens/atrizes que contracenam em uma instalação de cordas, pedras e luzes e que impõem delicado equilíbrio entre o tempo histórico e o tempo da representação. Marie Curie, Bertha Lutz, Rosalind Franklin e Hipácia de Alexandria contam assim sua difícil entrada e convivência no círculo machista da ciência, que reproduz os preconceitos, a intolerância e as discriminações contra a mulher em diferentes épocas e lugares. Dessas quatro mulheres em cena, Rosalind deu contribuição decisiva à pesquisa do DNA e foi ignorada pelo prêmio Nobel. Madame Curie embora premiada, sofreu a ira moralista da sociedade francesa. Hipácia morreu apedrejada pelos cristãos e a brasileira Bertha Lutz fez da luta pelos direitos da mulher objetivo de vida.

O diretor da Iguale, Mauricio Santana, explica que o recurso de audiodescrição permite que pessoas com deficiência visual ou interessados, confiram a tradução do visual para o verbal, de todos os detalhes que não são perceptíveis por intermédio da fala dos atores. Para que isso aconteça, o audiodescritor descreve detalhes das ações, cenário, figurino, gestos e outros elementos visuais para que a pessoa com deficiência visua, por exemplo, possa construir aquela imagem no seu imaginário. Para Santana, iniciativas como essa têm se tornado cada vez mais comum nos espetáculos teatrais, e isso é muito bom porque beneficia, com autonomia, um público de certa forma, ainda a margem das manifestações culturais.

Descrição da foto: cinco mulheres estão num local escuro, em meio a cordas que descem do teto e iluminadas apenas por uma tênue luz avermelhada. A fotografia mostra apenas a parte superior do tronco das mulheres.

Agenda: 

Espetáculo: INSUBMISSAS Mulheres na Ciência

Temporada até 01 de março

Sextas e Sábados às 21h

Domingos às 19h

Ingressos populares: R$ 20,00 e R$ 10,00

Local: Teatro de Arena Eugênio Kusnet

Endereço: Rua Dr. Teodoro Baima, 94 – Consolação (rua em frente da Igreja da Consolação).

Promoção: Nas sessões de sexta-feira mulheres não pagam.

Sessão com audiodescrição: 27 de fevereiro 2015 às 21h (gratuita para pessoas com deficiência visual). Neste dia é importante chegar com antecedência de pelo menos uma hora para a retirada do convite.

Ficha Técnica:

Texto de Oswaldo Mendes

Direção de Carlos Palma

Elenco

Adrina Dham

Letícia Olivares

Monika Ploger

Selma Luchesi

Vera Kowalska

Rogério Romera

Iluminação: Rubens Velloso RUBENS VELLOSO

Figurinos: Carolina Semiatzh e Beatriz Rivato

Cenário: Carlos Palma

Piano (grav.): Attilio Mastrogiovanni

Assistente de direção: André Falcão

Preparação corporal: Inês Aranha

Produtora executiva: Patrícia Gordo

Contrarregra e montagem de palco: Gustavo Tovo

Operação de luz: Cida Franco

Operação de som: Danny Frazão

Produção: Núcleo Arte Ciência no Palco da Cooperativa Paulista de Teatro

Acessibilidade/Audiodescrição: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Reservas de convites pelo e-mail: eventos@iguale.com.br ou pelo telefone (11) 2592.2957, com Daise.

Audiodescrição no Teatro e Espetáculos de Dança

A Audiodescrição de “O Quebra Nozes” marca o lançamento do projeto Teatro Acessível, coordenado por Mauricio Santana (Iguale) e Lívia Motta (Ver com Palavras) que tem como objetivo levar às salas de espetáculos os recursos de acessibilidade (Audiodescrição, Legendas e LIBRAS) para que as pessoas com deficiência possam ter acesso, autonomia e inclusão sócio-cultural plena.

AUDIODESCRIÇÃO de “O QUEBRA NOZES” no Tetro Alfa

Convite O Quebra Nozes - descrição no final do post

Abrindo caminhos para a audiodescrição brasileira, o Projeto Teatro Acessível, coordenado por Mauricio Santana (Iguale) e Lívia Motta (Ver com Palavras) convidam para esta apresentação de “O Quebra Nozes”, espetáculo que normalmente acontece somente em época de Natal. Não percam!

Descrição do convite do balé “O quebra Nozes” da Cia. Cisne Negro.

O convite é composto pela foto de uma cena do balé, onde a personagem Clara, a protagonista, está sentada em uma cadeira de balanço no centro do palco. Ela está adormecida, segurando nas mãos um soldadinho de brinquedo de calça branca, farda vermelha com detalhes em amarelo e um chapéu também vermelho com um penacho branco. Clara usa um vestido branco e sapatilhas de balé. Em pé e atrás da cadeira está o Rei dos Camundongos, um bailarino usando capa preta e uma enorme cabeça de rato, com uma coroa dourada sobre ela. O fundo da foto é escuro, porém nota-se a presença de uma grande cortina vermelha e alguns pequenos pontos brancos, que lembram flocos de neve ou luzes de Natal. Sobre esta foto, escrito em branco e de cima para baixo estão os letreiros:

No topo: O Teatro Alfa oferece audiodescrição para espectadores com deficiência visual para o tradicional balé de Natal “O Quebra Nozes”. Logo abaixo o logotipo: “Cisne Negro companhia de dança em “O Quebra Nozes”, música de Tchaikovsky.

Mais abaixo e ao lado dos personagens acima descritos estão as informações:

“Sessão com audiodescrição, dia doze de Dezembro, segunda-feira as vinte e uma horas. Duração cento e vinte minutos. Classificação livre”.

Ingressos: inteira, quarenta e cinco reais. Meia-entrada, vinte e dois e cinquenta.

Estarão disponíveis cinquenta fones de audiodescrição nesta data. Favor reservar o fone no ato da compra de ingresso.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro, pelos telefones: 11 5693-4000 e 0300-789-3377, ou pessoalmente.

De segunda a sábado das onze às dezenove horas e domingos das onde às dezessete horas.

No rodapé do convite há uma faixa preta onde estão o logotipo do Teatro Alfa “Arte em todos os sentidos” e o endereço: Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722.

Demais informações:
Telefones da bilheteria: 11 5693-4000 e 0300 789 3377.
www.teatroalfa.com.br
Facebook: teatroalfa.
Twitter: @teatroalfa.

Logo abaixo estão os logotipos da Lei de Incentivo a Cultura e do patrocinador “Banco Alfa”.
Apoio Institucional: Prefeitura do Município de São Paulo – Lei número 10.923/90
Realização: Instituto Alfa de Cultura e Cisne Negro Cia de Dança.
Ministério da Cultura e Governo do Brasil.