Arquivo da tag: aplicativo

‘Magal e os formigas’, filme com Sidney Magal, estreia nos cinemas com acessibilidade no app MovieReading

LIBRAS, audiodescrição e legendas são os recursos produzidos pela Iguale e disponibilizados gratuitamente no aplicativo para esta comédia nacional

6 de dezembro de 2016 – Em parceria com a ETC Filmes, a Iguale Comunicação de Acessibilidade acaba de produzir os recursos acessíveis de LIBRAS, audiodescrição e legendas do filme “Magal e os formigas”, que estreia em dezembro. Assim, por meio do aplicativo MovieReading, pessoas com deficiência poderão se divertir com muito mais autonomia, ao assistir a mais este filme nacional que já chegas às salas dos cinemas contendo acessibilidade.

A comédia “Magal e os formigas”, cujo protagonista é cantor Sidney Magal, tem os recursos acessíveis de LIBRAS, legendas e audiodescrição disponibilizados gratuitamente para os usuários de smartphones e tablets dos sistemas operacionais IOS e Android, no app MovieReading. Assim, ao assisti-lo, o público com deficiência poderá dar boas risadas e também se emocionar com essa história que faz referência à fábula “A cigarra e a formiga”. E mais, conhecer o trabalho da Iguale, empresa pioneira no país em Comunicação de Acessibilidade.

Descrição da imagem #pracegover: imagem colorida do cantor Sidney Magal sobre um fundo azul escuro, com um forte brilho que reluz por trás da cabeça do artista. Os raios de luz reforçam o contorno do protagonista e se estendem do centro para as laterais da imagem horizontal. Magal tem o cabelo preto e olha fixamente para frente, com a cabeça levemente caída para direita e a boca ligeiramente aberta num sorriso. As duas mãos estão próximas ao rosto, com a palma virada para frente, os indicadores apontando para cima e os polegares voltados para o rosto do cantor. No centro, abaixo do rosto, está o nome do filme, “Magal e os Formigas": a palavra Magal, em tamanho maior e escrita em vermelho com contorno dourado e as demais palavras do título, abaixo, em amarelo. No topo e no rodapé, há uma borda azul mais clara, formada por pequenas lâmpadas acesas. Na parte inferior da divulgação, um pouco mais abaixo da imagem principal e dentro de um retângulo branco com borda azul claro no topo e rodapé, as informações: “Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil” e abaixo, os ícones dos recursos acessíveis de audiodescrição, legendas closed caption e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, além do logo do app com o endereço do site www.moviereadingbrasil.com.br. No rodapé, a mensagem: “A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do APP MovieReading no Brasil e América do Sul”.

Descrição da imagem #pracegover: imagem colorida do cantor Sidney Magal sobre um fundo azul escuro, com um forte brilho que reluz por trás da cabeça do artista. Os raios de luz reforçam o contorno do protagonista e se estendem do centro para as laterais da imagem horizontal. Magal tem o cabelo preto e olha fixamente para frente, com a cabeça levemente caída para direita e a boca ligeiramente aberta num sorriso. As duas mãos estão próximas ao rosto, com a palma virada para frente, os indicadores apontando para cima e os polegares voltados para o rosto do cantor. No centro, abaixo do rosto, está o nome do filme, “Magal e os Formigas”: a palavra Magal, em tamanho maior e escrita em vermelho com contorno dourado e as demais palavras do título, abaixo, em amarelo. No topo e no rodapé, há uma borda azul mais clara, formada por pequenas lâmpadas acesas.
Na parte inferior da divulgação, um pouco mais abaixo da imagem principal e dentro de um retângulo branco com borda azul claro no topo e rodapé, as informações: “Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil” e abaixo, os ícones dos recursos acessíveis de audiodescrição, legendas closed caption e LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, além do logo do app com o endereço do site www.moviereadingbrasil.com.br.
No rodapé, a mensagem: “A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do APP MovieReading no Brasil e América do SulNo entanto, para não ter imprevistos na sala dos cinemas, precisará ficar atento a algumas recomendações. “Para usar o app é necessário um celular ou tablet com fones de ouvido e microfone habilitado. Aconselhamos evitar o uso de fones que vem com aparelho, pois o microfone embutido no conjunto não é tão bom quanto o próprio dispositivo. Ao selecionar o arquivo de acessibilidade correspondente ao filme, e clicar no botão de comando, automaticamente o app sincroniza ou a audiodescrição, ou a LIBRAS ou a legenda ao áudio original”, explica o diretor da Iguale, Mauricio Santana.

Depois de baixados nos dispositivos, para ter acesso ao app e conteúdos produzidos para acessibilidade, não é necessário estar conectado à Internet no momento da exibição. Assim, o aplicativo e os recursos contidos no MovieReading podem ser utilizados em qualquer sala de exibição em todo o país. “O MovieReading é uma inovação da tecnologia assistiva, e é algo que veio para mudar o modo como a pessoa com deficiência assimila o conteúdo das obras audiovisuais e se relaciona com o universo do cinema”, completa Santana.

Sobre o filme

João (Norival Rizzo) é um aposentado que está aborrecido com a vida e reclama o tempo todo de seu trabalho. Viciado em loterias, ele está afundado em depressão e não vê esperança. Até que, após um delírio, ele começa a receber visitas do cantor Sidney Magal. Assustado com o fenômeno sobrenatural recorrente, ele irá aprender, com o bom humor da aparição, os jeitos de viver sempre o lado bom da vida. 

Ficha técnica

Direção e roteiro: Newton Cannito

Elenco: Norival Rizzo, Sidney Maga, Mel Lisboa, Zécarlos Machado, Imara Reis, Nicolas Trevijano, Marcio Américo, Estar Laccava, Riba Carlovich, Fábio Lins, Teca Pereira e Gil Jung

Gêneros: comédia-dramática

Recursos acessíveis: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Aplicativo acessível: MovieReading

Indicação: não recomendado para menores de 12 anos

‘Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina’ tem recursos acessíveis disponíveis no app MovieReading

Mais um filme com acessibilidade graças à parceria entre a Iguale Comunicação de Acessibilidade e a ETC Filmes

São Paulo, 22 de Julho de 2016 – Uma das muitas atividades aguardadas pela garotada para o período de férias é curtir um cineminha na companhia da família ou dos amigos. E um dos lançamentos que tem levado o público infanto-juvenil para as salas de cinema de todo o país é o filme ‘Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina’. A novidade é que o mesmo ganhou os recursos de LIBRAS, legendas e audiodescrição produzidos pela Iguale Comunicação de Acessibilidade e disponibilizados no app MovieReading.

Mauricio Santana, diretor da Iguale comemora com esta produção mais um filme nacional com acessibilidade, resultado da parceria com a ETC Filmes. Como ele explica, ao decidir pela produção dos recursos de audiodescrição, legendas e LIBRAS, os idealizadores das obras cinematográficas contribuem para que a pessoa com deficiência compreenda com mais riqueza de detalhes as situações contidas no filme, muitas vezes imperceptíveis a quem, por exemplo, tem deficiência visual ou auditiva. E esta é uma grande contribuição, já que os recursos disponíveis no MovieReading têm acesso gratuito. Importante: o aplicativo não depende de rede Wi-fi, por isso pode ser acessado em todas as salas de cinema onde o filme for exibido.

Descrição da imagem ‪#‎PraCegoVer‬: O título do filme “Carrossel 2 – O sumiço de Maria Joaquina” está estampado sobre um céu azul. Ao fundo estão os muitos prédios da cidade de São Paulo.  Logo abaixo, em frente a um muro amarelo e pichado, estão todos os personagens do filme, posando para a foto. Os 17 adolescentes estão sorrindo, e formam duas fileiras. Os da frente estão sentados e os detrás, em pé. Maria Joaquina está no centro delas, com a boca aberta, os braços encolhidos em frente ao peito e as mãos espalmadas para cima, expressando espanto. Atrás dela estão a professora Helena e Didi Mel. Nas laterais do muro os bandidos Gonzales e Gonzalito aparecem como se estivessem se intrometendo na foto.  Logo abaixo das crianças, sobre o asfalto, está escrito: “Eles cresceram. E os desafios também”. O seguinte texto vem logo a seguir:  Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil: audiodescrição, LIBRAS e legendas acessíveis.A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do app. MovieReading no Brasil e na América do Sul Logo e endereço eletrônico: www.moviereadingbrasil.com.br

Descrição da imagem ‪#‎PraCegoVer‬: O título do filme “Carrossel 2 – O sumiço de Maria Joaquina” está estampado sobre um céu azul. Ao fundo estão os muitos prédios da cidade de São Paulo.
Logo abaixo, em frente a um muro amarelo e pichado, estão todos os personagens do filme, posando para a foto. Os 17 adolescentes estão sorrindo, e formam duas fileiras. Os da frente estão sentados e os detrás, em pé. Maria Joaquina está no centro delas, com a boca aberta, os braços encolhidos em frente ao peito e as mãos espalmadas para cima, expressando espanto. Atrás dela estão a professora Helena e Didi Mel. Nas laterais do muro os bandidos Gonzales e Gonzalito aparecem como se estivessem se intrometendo na foto.
Logo abaixo das crianças, sobre o asfalto, está escrito: “Eles cresceram. E os desafios também”.
O seguinte texto vem logo a seguir:
Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil: audiodescrição, LIBRAS e legendas acessíveis.A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do app. MovieReading no Brasil e na América do Sul
Logo e endereço eletrônico: www.moviereadingbrasil.com.br

Ao baixar o app MovieReading em smatphones e tablets, o usuário pode acionar legendas, LIBRAS e audiodescrição que serão sincronizadas, em tempo real ao filme, através do reconhecimento de áudio. Para usar o app com o recurso da audiodescrição, é necessário ter fones de ouvido conectados ao aparelho. O MovieReading sincroniza os arquivos de acessibilidade com o som do filme em exibição através do reconhecimento do áudio, portanto uma dica é ter cuidado para não obstruir a captação do microfone do celular ou tablet. O microfone é o mesmo que transmite a voz para outra pessoa em uma ligação telefônica.

Sinopse

Os malvados vilões Gonzales e Gonzalito saíram da prisão e resolveram colocar seu plano de vingança em prática. Para isso, eles pegaram Maria Joaquina e disseram que só vão devolvê-la se as crianças conseguirem passar por diferentes e perigosas provas criadas por eles mesmos. E não vai ter moleza! Para encarar essas provas, os alunos da escola Mundial terão de se mostrar muito espertos para desvendar charadas, muito preparados fisicamente para vencer os desafios mais absurdos e muito criativos para encontrar a saída a todo tipo de enrascada. Será que eles irão conseguir vencer as provas e salvar Maria Joaquina? Mais do que isso: será que eles vão querer salva-la?

Sobre a Iguale

A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a primeira empresa do Brasil criada exclusivamente para pensar e desenvolver soluções assistivas completas em comunicação para pessoas com algum tipo de deficiência. Fundada em 2008, em São Paulo, pelo publicitário, professor universitário e empresário Mauricio Santana, a empresa é precursora do conceito de comunicação de acessibilidade no país. Entre os recursos que a empresa disponibiliza ao mercado estão a audiodescrição, as legendas descritivas (closed caption e open caption), LIBRAS, voice over, acessibilidade web e participação efetiva em muitos projetos com foco em acessibilidade. A Iguale também é a responsável no Brasil e na América do Sul pelo aplicativo MovieReading.

 Mais informações

 Liliana Liberato

 Assessora de Imprensa

 Iguale Comunicação de Acessibilidade

 imprensa@iguale.com.br

 (11) 9 7999-2802

 

‘Porta dos Fundos – Contrato Vitalício’ estreia nos cinemas com recursos acessíveis no app MovieReading

A produção da audiodescrição, legendas e Libras é da Iguale Comunicação de Acessibilidade, resultado da parceria com a ETC Filmes

São Paulo, Julho de 2016 – Mais um filme nacional estreia nos cinemas de todo o Brasil com os recursos de acessibilidade produzidos pela Iguale e disponibilizados gratuitamente no aplicativo MovieReading. A conquista é fruto da parceria com a primeiro longa-metragem do coletivo de humor liderado pelo ator e roteirista Fábio Porchat, chega às salas de cinema para divertir e também contribuir com a inclusão do público com deficiência às obras audiovisuais.

Como explica Mauricio Santana, diretor da Iguale, ao decidir pela produção dos recursos de audiodescrição, legendas e LIBRAS, os responsáveis pela produção e distribuição do filme ‘Porta dos Fundos – Contrato Vitalício’ contribuem para que a pessoa com deficiência compreenda com mais riqueza de detalhes as situações contidas no filme, muitas vezes imperceptíveis a quem, por exemplo, tem deficiência visual ou auditiva. E esta é uma grande contribuição, já que ao os recursos disponibilizados no MovieReading têm acesso gratuito. “O aplicativo não depende de rede Wi-fi, por isso pode ser acessado em todas as salas de cinema onde o filme for exibido, em todo o Brasil”, acrescenta Santana.

Descrição da imagem ‪#‎pracegover‬: a imagem é uma montagem dos personagens principais do filme “Contrato Vitalício” em diversas situações que ocorrem no longa-metragem. O cenário é um set de filmagem onde há luzes, cenários e câmeras. Os protagonistas Rodrigo e Miguel estão mais à frente. Rodrigo, vivido por Fábio Porchat, usa terno escuro, é alto, magro e loiro. Ele acena com a mão esquerda enquanto segura uma coroa de louros dourada com a direita. Miguel, interpretado por Gregório Duvivier, usa roupas mais despojadas e óculos fundo de garrafa. Ele tem cabelo liso e comprido e barba espessa.  Ao fundo estão: um homem gordo acorrentado; uma loira sentada com um cigarro apagado entre os dedos; um homem calvo, vestido com um avental sangrento e uma chave de boca na mão; um homem de óculos de aros grossos, que segura um celular com as duas mãos; uma loira de cabelos compridos usando roupa de guerreira amazona; um homem forte segurando uma mangueira de onde sai um líquido marrom; um rapaz com trejeitos afeminados e um homem vestido de alienígena, com capacete, óculos escuros, bigode grande e capa.  Logo abaixo dessas imagens estão as informações:  “Porta dos Fundos – Contrato Vitalício”  30 de Junho nos cinemas.  Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil: Audiodescrição, LIBRAS e legendas acessíveis. A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do app MovieReading no Brasil e na América do Sul. Logo e endereço eletrônico: www.moviereadingbrasil.com.br

Descrição da imagem ‪#‎pracegover‬: a imagem é uma montagem dos personagens principais do filme “Contrato Vitalício” em diversas situações que ocorrem no longa-metragem.
O cenário é um set de filmagem onde há luzes, cenários e câmeras. Os protagonistas Rodrigo e Miguel estão mais à frente. Rodrigo, vivido por Fábio Porchat, usa terno escuro, é alto, magro e loiro. Ele acena com a mão esquerda enquanto segura uma coroa de louros dourada com a direita. Miguel, interpretado por Gregório Duvivier, usa roupas mais despojadas e óculos fundo de garrafa. Ele tem cabelo liso e comprido e barba espessa.
Ao fundo estão: um homem gordo acorrentado; uma loira sentada com um cigarro apagado entre os dedos; um homem calvo, vestido com um avental sangrento e uma chave de boca na mão; um homem de óculos de aros grossos, que segura um celular com as duas mãos; uma loira de cabelos compridos usando roupa de guerreira amazona; um homem forte segurando uma mangueira de onde sai um líquido marrom; um rapaz com trejeitos afeminados e um homem vestido de alienígena, com capacete, óculos escuros, bigode grande e capa.
Logo abaixo dessas imagens estão as informações:
“Porta dos Fundos – Contrato Vitalício”
30 de Junho nos cinemas.
Com acessibilidade através do app MovieReading Brasil: Audiodescrição, LIBRAS e legendas acessíveis.
A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a representante exclusiva do app MovieReading no Brasil e na América do Sul.
Logo e endereço eletrônico: www.moviereadingbrasil.com.br

Ao baixar o app MovieReading em smatphones e tablets, o usuário pode acionar legendas, LIBRAS e audiodescrição que serão sincronizadas, em tempo real ao filme, através do reconhecimento de áudio. Para usar o app com o recurso da audiodescrição, é necessário ter fones de ouvido conectados ao aparelho. O MovieReading sincroniza os arquivos de acessibilidade com o som do filme em exibição através do reconhecimento do áudio, portanto uma dica é ter cuidado para não obstruir a captação do microfone do celular ou tablet. O microfone é o mesmo que transmite a voz para outra pessoa em uma ligação telefônica.

Sinopse

Miguel (Gregório Duvivier) e Rodrigo (Fábio Porchat) são dois amigos que costumam realizar filmes juntos. Certa ocasião, um de seus filmes ganha um prêmio importante em um festival internacional. Animados com a premiação, os dois saem para comemorar e Rodrigo assina, em um guardanapo de bar, um contrato vitalício que garante que ele estaria em todos os filmes de Miguel dali para frente. No entanto, Miguel desaparece e só retorna dez anos depois. Quando reaparece, ele leva para Rodrigo, agora um ator consagrado, a proposta de um filme insano que pode destruir sua carreira.

Ficha Técnica

Direção: Ian SBF

Roteiro: Fábio Porchat e Gabriel Esteves

Elenco: Gregório Duvivier, Fábio Porchat, Antonio Tabet, João Vicente de Castro, Luis Lobianco, Thati Lopes, Marcos Veras, Júlia Rabello e outras participações.

Duração: 100m

Gênero: comédia

Recursos acessíveis: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Sobre a Iguale

A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a primeira empresa do Brasil criada exclusivamente para pensar e desenvolver soluções assistivas completas em comunicação para pessoas com algum tipo de deficiência. Fundada em 2008, em São Paulo, pelo publicitário, professor universitário e empresário Mauricio Santana, a empresa é precursora do conceito de comunicação de acessibilidade no país. Entre os recursos que a empresa disponibiliza ao mercado estão a audiodescrição, as legendas descritivas (closed caption e open caption), LIBRAS, voice over, acessibilidade web e participação efetiva em muitos projetos com foco em acessibilidade. A Iguale também é a responsável no Brasil e na América do Sul pelo aplicativo MovieReading.

Mais informações

Liliana Liberato

Assessora de Imprensa

Iguale Comunicação de Acessibilidade

imprensa@iguale.com.br

(11) 9 7999-2802

Em parceria com a Epson, Iguale apresenta o MovieReading na TecnoMultimedia Infocomm Brasil 2015

O evento tem início nesta terça-feira e segue até o dia 14. No estande da Epson haverá a apresentação dos óculos Moverio BT-200 e de sua aplicabilidade com o MovieReading

12 de maio de 2015 – A Iguale Comunicação de Acessibilidade é uma das empresas parceiras convidadas da Epson, líder mundial em impressão, projeção e imagem digital, na TecnoMultimedia InfoComm Brasil 2015, mais importante evento do País dos segmentos de sistemas audiovisuais, digital signage e comunicações corporativas, que acontece de 12 a 14 de maio, no Centro de Exposições São Paulo Expo, na capital paulista.

No vento, a Epson apresentará muitas novidades, e uma delas serão os óculos inteligentes Moverio BT-200, o mais recente lançamento da empresa no mercado de “wearables”, equipados com tecnologia capaz de aproveitar o máximo da Realidade Aumentada (RA). Com aplicações para diversos mercados, como a versão voltada para acessibilidade em cinemas, possui câmara, giroscópio, GPS e outros sensores inseridos no produto, que permitem que o software perceba os movimentos do usuário e de seu entorno, para proporcionar experiências úteis e inovadoras.

Com o Moverio BT-200, o cinema está preparado para ser acessível a deficientes auditivos, que poderão utilizá-los com o aplicativo MovieReading, lançado no Brasil pela Iguale Comunicação de Acessibilidade, e que permite que tanto as legendas quanto a audiodescrição, em Língua Portuguesa, sejam sincronizadas em tempo real com o filme a ser exibido. A sincronia dos recursos acessíveis simula a legenda como se estivesse na tela do filme ou televisor, o que é mais confortável para o usuário no que diz respeito à leitura das legendas versus assistir aos filmes.

Durante a TecnoMultimedia InfoComm Brasil 2015, a Epson e a Iguale promoverão sessões de cinema de inclusão com o curta metragem “A valsa do pódio”. A sala de cinema Epson estará equipada com uma tela de 106″ e projeção Laser com resolução 4K, óculos Moverio BT-200 com o aplicativo MovieReading onde o público, e em especial pessoas com deficiência auditiva que estiverem na feira, poderão assistir ao filme com legenda projetada nas lentes dos óculos, experimentando assim esta novidade que permite a total integração com o filme, sem a necessidade de uso de celular ou tablet.

Dias das sessões de cinema de inclusão:
Ás sessões com os óculos Moverio BT-200 e o app MovieReading acontecerão nos dias 13 e 14 de maio, às 13h30 e às 14h30.
Saída de transporte (acessível) do metrô Jabaquara para o Expo Imigrantes em dois horários às 12h30 e às 13h30 (haverá recepcionista com placa Epson para facilitar a localização). Retorno de transporte do local do evento para o metrô Jabaquara às 14h30 e às 15h30.
Capacidade total de pessoas com deficiência auditiva: 5 por sessão, devido ao número de equipamentos disponíveis. Capacidade total na sessão: 10 pessoas. As pessoas interessadas em participar do evento podem encaminhar e-mail de pré-reserva para: eventos@iguale.com.br, com cópia para: infocomm@epson.com.br.

Sobre o filme A Valsa do Pódio:
Em 2012, nos Jogos Paralímpicos de Londres, a atleta brasileira Terezinha Guilhermina confirmou sua posição de corredora com deficiência visual mais rápida do mundo: conquistou, ao lado de seu guia Guilherme Santana, duas medalhas de ouro nas provas de 100m e 200m rasos para cegos (T11). Além disso, protagonizou uma cena emocionante: na prova dos 400m, Guilherme desequilibrou-se e caiu; em solidariedade ao guia, Terezinha jogou-se no chão e abandonou a vitória que era certa até então. O documentário conta a história dessa grande atleta: suas conquistas, sua relação com o guia, o sonho olímpico e a felicidade de ganhar a medalha, a superação de mais um recorde mundial, e principalmente, como ela se divertiu durantes estes jogos e como curte sua vida.”
Produção: Superfilmes.
Direção: Bruno Carneiro e Daniel Hanai.

Agenda:
Dia 13/05

13h30 – Abertura – Palavra do Sr. Cid Torquato
13h40 – Espaço Iguale – Aplicativo MovieReading
13h50 – Início da primeira sessão com o filme “A valsa do pódio”
14h30 – Espaço Iguale – Aplicativo MovieReading
14h40 – Início da segunda sessão com do filme “A valsa do pódio”

Dia 14/05

13h30 – Espaço Iguale – Aplicativo MovieReading
13h40 – Início da primeira sessão com o filme “A valsa do pódio”
14h30 – Espaço Iguale – Aplicativo MovieReading
14h40 – Início da segunda sessão com do filme “A valsa do pódio”

Sobre a Iguale Comunicação de Acessibilidade
A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a primeira empresa do Brasil criada exclusivamente para pensar e desenvolver soluções assistivas completas em comunicação para pessoas com algum tipo de deficiência. Fundada em 2008, em São Paulo, pelo publicitário, professor universitário e empresário Mauricio Santana, a empresa é precursora do conceito de comunicação de acessibilidade do país. Entre os recursos que a empresa disponibiliza ao mercado estão a audiodescrição, as legendas closed caption e open caption, LIBRAS, voice over, acessibilidade web e participação efetiva em muitos projetos com foco em acessibilidade.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa da Iguale
Liliana Liberato (11) 9 7999-2802

Assessoria de Imprensa da Epson
André Matos (11) 9 8144-0850