Sábado tem ‘Conselho de Classe’ com audiodescrição na IV Mostra Petrobras Premmia de Teatro

O espetáculo é um dos que integram a mostra que acontece no Auditório do Ibirapuera

18 de abril de 2017 – A IV Mostra Petrobras Premmia de Teatro prossegue este fim de semana no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, com recursos de acessibilidade. No sábado, dia 22, especificamente, a sessão do espetáculo ‘Conselho de Classe’ terá o recurso de audiodescrição, ao vivo, produzido pela Iguale Comunicação de Acessibilidade.

Como explica Mauricio Santana, diretor da Iguale, com a audiodescrição o espetáculo proporcionará mais autonomia aos espectadores com deficiência visual que passam a ter melhor entendimento do conteúdo não verbal.

Descrição da imagem #pracegover: imagem horizontal e colorida de uma sala de aula com cinco homens em pé em frente à lousa. Da esquerda para a direita da imagem, o primeiro homem tem bigode, cavanhaque e cabelo pretos. Veste paletó, camisa, calça jeans e tênis. Ele segura uma apostila nas mãos e usa uma mochila nas costas. O segundo tem cabelo castanho. Veste camisa vinho, sapato marrom, colete de lã e calça bege. Na lousa, acima de sua cabeça está desenhado, com giz, uma tiara com duas hastes e círculos no topo, como antenas. Na mão direita segura uma pasta e uma caneta. O terceiro, de barba e óculos, veste uma camisa florida, bermuda, sandália e está com os braços cruzados. Ele usa uma bolsa tiracolo. Acima de sua cabeça, na lousa, estão desenhados dois chifres. O quarto homem, de barba e cabelos pretos, veste uma camiseta azul com duas listras pretas na vertical, calça azul marinho e tênis. Tem uma bola de basquete presa ao corpo pelo seu braço direito e do outro lado, uma pasta e uma mochila tiracolo; na lousa, em cima de sua cabeça, está desenhado uma coroa. O quinto homem, de bigode, cavanhaque e cabelo pretos, veste uma camiseta vermelha, calça bege e tênis. Ele também usa uma bolsa tiracolo; na lousa está desenhado uma asa e auréola de anjo.

Descrição da imagem #pracegover: imagem horizontal e colorida de uma sala de aula com cinco homens em pé em frente à lousa. Da esquerda para a direita da imagem, o primeiro homem tem bigode, cavanhaque e cabelo pretos. Veste paletó, camisa, calça jeans e tênis. Ele segura uma apostila nas mãos e usa uma mochila nas costas. O segundo tem cabelo castanho. Veste camisa vinho, sapato marrom, colete de lã e calça bege. Na lousa, acima de sua cabeça está desenhado, com giz, uma tiara com duas hastes e círculos no topo, como antenas. Na mão direita segura uma pasta e uma caneta. O terceiro, de barba e óculos, veste uma camisa florida, bermuda, sandália e está com os braços cruzados. Ele usa uma bolsa tiracolo. Acima de sua cabeça, na lousa, estão desenhados dois chifres.
O quarto homem, de barba e cabelos pretos, veste uma camiseta azul com duas listras pretas na vertical, calça azul marinho e tênis. Tem uma bola de basquete presa ao corpo pelo seu braço direito e do outro lado, uma pasta e uma mochila tiracolo; na lousa, em cima de sua cabeça, está desenhado uma coroa. O quinto homem, de bigode, cavanhaque e cabelo pretos, veste uma camiseta vermelha, calça bege e tênis. Ele também usa uma bolsa tiracolo; na lousa está desenhado uma asa e auréola de anjo.

Sobre o espetáculo

‘Conselho de Classe’ é o espetáculo comemorativo dos 25 anos da Cia dos Atores. Sucesso de público e crítica, com texto do dramaturgo Jô Bilac e direção de Bel Garcia e Susana Ribeiro, já foi visto por mais de 30 mil pessoas. Em 2014, a peça foi a grande vencedora do Prêmio Cesgranrio de Teatro (espetáculo, texto, direção e cenário) e uma das líderes em indicações aos Prêmios Shell (ganhando melhor cenário) e APTR (ganhando texto, direção e ator).

O espetáculo gira em torno de uma escola pública do Centro carioca e problematiza as questões macro e micropolíticas da educação. Em cena, uma reunião de professores é desestabilizada pela chegada de um novo diretor. Esse encontro faz eclodir dilemas éticos e pessoais em meio a decisões que se confundem nas relações de poder da instituição escolar. No elenco, estão os atores Cesar Augusto, Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Paulo Verlings/João Rodrigo Ostrower e Thierry Trémouroux.

O texto faz uma abordagem realista do ambiente escolar, a fim de gerar um diálogo a respeito da educação no Brasil e da atual situação no mundo. Hoje, quem deseja trabalhar em uma escola pública? No hospital público? Se o professor é mal remunerado e trabalha sob condições difíceis, que tipo de sociedade está sendo construída?

Ficha técnica Conselho de Classe:

Texto: Jô Bilac

Direção: Bel Garcia e Susana Ribeiro

Assistência de Direção: Raquel André

Elenco: Cesar Augusto, Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Paulo Verlings/João Rodrigo Ostrower e Thierry Trémouroux

Voz Off Vivian: Drica Moraes

Cenário: Aurora dos Campos

Figurinos: Rô Nascimento e Ticiana Passos

Iluminação: Maneco Quinderé

Trilha Original: Felipe Storino

Consultoria Pedagógica: Cléa Ferreira

Fotografia: Dalton Valério (cena) e Vicente de Mello (locação)

Direção de Produção: Tárik Puggina

Produção Executiva: Luísa Barros

Administração Financeira: Amanda Cezarina

Realização: Cia. dos Atores e Nevaxca Produções

Programação completa da mostra

22, 23 de Abril  – Conselho de Classe

aos sábados com audiodescrição Iguale e domingos interpretes em libras

Com Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Lourival Prudêncio, João Rodrigo Ostrower, Thierry Trémouroux, Cesar Augusto, direção Bel Garcia e Susana Ribeiro

27, 28 de Maio – Vianinha conta o Último Combate do Homens Comum 
aos sábados com audiodescrição Iguale e domingos interpretes em libras

Com Alexandre David, Ana Barrosos e Ana Veloso e elenco, direção Aderbal Freire-Filho

17 e 18 de Junho – Contrações  
aos sábados com audiodescrição Iguale e domingos interpretes em libras

Com Debora Falabella e Yara de Novaes, direção de Grace Passô

24 e 25 de Junho – BR TRANS 
aos sábados com audiodescrição Iguale e domingos interpretes em libras

Com Silvero Pereira, direção Jezebel De Carli

01 e 02 de Julho – Nós Sempre Teremos Paris  
aos sábados com audiodescrição Iguale e domingos interpretes em libras

Com Françoise Forton e Mauricio Baduh, texto de Artur Xexéu, direção de Jacqueline Laurence

As apresentações acontecem no Auditório Ibirapuera, aos sábados 21h e domingo às 19h, com exceção do espetáculo Contrações que no sábado será às 16h.

Auditório Ibirapuera

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº

Portão 2 – Parque Ibirapuera

Ingresso: inteira R$20,00 meia R$10,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>