Espetáculo “por+vir”, em cartaz na Caixa Cultural São Paulo, terá sessão com recurso de audiodescrição

A Iguale Comunicação de Acessibilidade é a empresa à frente da produção do recurso inclusivo; a entrada é franca, os ingressos para a sessão devem ser retirados no dia

29 de março de 2017 – Pessoas com deficiência que moram ou estão em São Paulo, ou em municípios vizinhos, têm a chance de assistir assistir a um espetáculo de dança com o recurso acessível de audiodescrição, produzido pela equipe da Iguale Comunicação de Acessibilidade. Trata-se do projeto “por+vir”, que estará em cartaz de 31 de março a 2 de abril, na Caixa Cultural São Paulo, localizada na Praça da Sé, bem no coração da capital paulista, sempre com início às 19h15, e com entrada franca. Excepcionalmente no dia 31, estreia da apresentação, a sessão será inclusiva contendo o recurso de audiodescrição.

Imagem de divulgação_Espetaculo Por Vir_Caixa Cultural São Paulo

Descrição da imagem #pracegover:  a imagem quadrada e colorida apresenta em fundo preto as informações sobre o espetáculo de dança “por+vir”. No centro estão figuras de peças de quebra-cabeça preenchidas por fotos dos dançarinos em diversas posições no palco. No canto superior esquerdo, o logotipo Caixa Cultural, uma elipse branca com texto em preto. No canto superior direito, o nome do espetáculo por+vir.  As letras têm tamanhos irregulares e são formadas por linhas brancas. Abaixo, as informações dentro de quadrados em tons de cinza: 30 e 31 de março, 1 e 2 de abril às 19 horas e 15 minutos. Dia 31 de março, espetáculo com audiodescrição. Mais embaixo, do lado direito, estão as informações: CAIXA Cultural São Paulo, Praça da Sé, 111 – Sé – São Paulo. Entrada Franca. Classificação 14 anos. Ingressos disponíveis a partir das 9 horas do dia do evento. No rodapé, em um retângulo branco, estão os logotipos de produção: APBD – Associação Projeto Brasileiro de Dança e Companhia de Danças de Diadema; apoio: Prefeitura de Diadema e patrocínio CAIXA e Governo Federal.

Para tornar o espetáculo acessível ao público, a Iguale inicialmente faz um estudo da obra e produz o roteiro descritivo do espetáculo, em seguida faz uma consultoria e revisão com um profissional com deficiência visual e no dia do evento, ao vivo e simultaneamente a apresentação, realiza a narração da audiodescrição. “Um espetáculo de dança torna-se mais rico e amplia o entendimento para a pessoa com deficiência, quando a apresentação possui o recurso acessível e inclusivo de audiodescrição”, esclarece Mauricio Santana, diretor da Iguale.

Uma das empresas pioneiras no país no estudo e desenvolvimento de recursos inclusivos para projetos de culturais, sociais e de comunicação, a Iguale já fez acessibilidade para um grande número de espetáculos de dança, teatro e outros tipos de eventos, em todo o Brasil. Com esta experiência e anos de aperfeiçoamento de suas técnicas, a Iguale trabalha para levar os recursos acessíveis para todos os espaços e tipos de eventos, a exemplo da sessão acessível na Caixa Cultural São Paulo.

Sobre o recurso de audiodescrição, Mauricio explica que o mesmo pode ser considerado um modo de tradução audiovisual intersemiótica (do visual para o verbal), que é narrado pela voz de um audiodescritor, profissional que executa a descrição com máximo de detalhes de tudo o que acontece na coreografia, sem os quais uma pessoa com deficiência visual não compreenderia com autonomia o espetáculo na íntegra.

Sobre o espetáculo

O projeto “por+vir” é um espetáculo que traz uma diversidade de pontos de vistas sobre a dança contemporânea em uma única peça artística, que reúne nove coreógrafos distintos: Ana Bottosso, Cláudia Palma, Fernando Machado, Henrique Rodovalho, Luís Arrieta, Mário Nascimento, Pedro Costa, Sandro Borelli e Sérgio Rocha. Nele, o público pode perceber diferentes modos de expressão da linguagem da dança contemporânea. O projeto também oferece oficinas de dança contemporânea e processo de criação. Além de diálogos com a plateia após as apresentações. Atividades: quatro apresentações do espetáculo “por+vir”, quatro diálogos com a plateia e duas oficinas sobre coreografia. Dias: 30/03 a 02/04, às 19h.

Agenda

Espetáculo “por+vir”

Data: 30/03/2017 a 02/04/2017

Data da sessão com audiodescrição: 31/03/17 (sexta-feira)

Horário: 19h15

Horário da Bilheteria: a partir das 9h do dia de cada apresentação

Local: Caixa Cultural São Paulo

Classificação: 14 anos

Audiodescrição: Iguale Comunicação de Acessibilidade

Entrada franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>